Paris: Cidade Luz

O nome “Cidade Luz” não permanece apenas como legado da Revolução Industrial. É uma referência que chega à nossa era com outra significação. Cidade Luz, um apelido que não poderia vestir melhor uma metrópole que reflete e emana uma luz oblíqua, difusa, serena. Impossível não sentir-se imerso em sua atmosfera, aquela mesma atmosfera que traduzimos na palavra “charme”, e que em Paris toma forma em cada esquina, cada prédio, cada monumento.

Imersos nessa luz aveludada de Paris estão, além de franceses, imigrantes, turistas, homens e mulheres de negócios, artistas ou quem quer que lá transite, impelidos por uma sensação de abrigo. Paris os acolhe.

As imagens aqui reunidas foram produzidas na virada do ano 2007 para 2008 e fizeram parte de minha primeira exposição fotográfica, em Junho de 2008, na Livraria Cultura. Ao publicá-las, quatro anos depois, procuro os sinais do estilo fotográfico que foi se transformando e amadurecendo desde então. São cenas que colocam em evidência a relação da cidade com seus personagens: um ciclista a caminho de casa, a senhora que passeia com o cão por entre galerias de arte, a artista de rua que usa como palco a catedral Notre Dame, o mercador que vende ostras a um antigo cliente, o pianista que derrama suas notas sobre a rua.

6 thoughts on “Paris: Cidade Luz

  1. marcia da rocha

    vejo muita delicadeza nos fios de luz de
    cada foto e personagem. a exposição foi maravilhosa.

    Reply
  2. Rosane Monnerat Campos

    Lindas e suaves as fotos…dá uma sensação de leveza, o jogo luz e sombra…muito lindas suas fotos….

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s